TCM-PA participa do Encontro Nacional de Tribunais de Contas.
05/12/2018 08:54 em Notícias

O VI Encontro Nacional dos Tribunais de Contas do Brasil (VI ENTC), aberto no início da noite desta quarta-feira (28), se propõe a discutir as expectativas das Cortes brasileiras, tendo como parâmetro a temática relativa à “Inovação, Integração, Prevenção e Eficiência”. Com um público formado por 800 participantes, entre membros e servidores dos Tribunais de Contas e procuradores do Ministérios Públicos, o evento se estende até sexta-feira (30), no CentroSul, em Florianópolis (SC). 

 

O Tribunal de Contas dos Municípios do Pará (TCM-PA) está participando das atividades do evento. Estiveram na abertura o presidente Daniel Lavareda, os conselheiros Cezar Colares, Sérgio Leão, os conselheiros substitutos Adriana Oliveira, Márcia Costa e Sérgio Dantas, a procuradora do Ministério Público de Contas dos Municípios do Pará, Elizabeth Massoud, além de servidores da Corte de Contas. 
A saudação inicial aos participantes coube ao conselheiro Dado Cherem, presidente do Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC), parceiro da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) na realização do VI Encontro.

 

O presidente da Atricon, conselheiro Fábio Nogueira, do TCE/PB, fez um pronunciamento em que destacou a imperiosa missão dos Tribunais de Contas para o atendimento daquilo que a cidadania demanda da gestão pública. Segundo ele esse olhar atencioso ao cidadão é o pilar que sustenta o processo de aprimoramento vivenciado pelo Sistema.

 

O jornalista Ricardo Noblat, bloguista do Portal da Revista Veja, que reúne cinco décadas de experiência no jornalismo, foi saudado pelo presidente Fábio Nogueira, a quem tratou como testemunha viva dos grandes acontecimentos da República. Noblat proferiu a conferência magna de abertura do VI Encontro Nacional dos Tribunais de Contas.

 

Ao falar sobre “O Momento Político Brasileiro e os Órgãos de Fiscalização”, Noblat salientou que os Tribunais de Contas exercem importante papel republicano e que podem contribuir com a retomada do crescimento do país. De acordo com ele, essa missão foi ressaltada depois da atuação da Operação Lava Jato.

Para reforçar esse protagonismo, o jornalista destaca a necessidade de os Tribunais de Contas refletirem sobre o seu papel. Por outro lado, considera que essa reflexão vem se processando desde que as Cortes decidiram aprimorar as suas práticas.

 

Além dos anfitriões conselheiros Fábio Nogueira, da Atricon, e Dado Cherem, do TCE/SC, e do governador Eduardo Pinho Moreira, compuseram a mesa solene o ministro substituto Marcos Bemquerer, representantes da Audicon; o conselheiro Thiers Montebello, da Abracom; o procurador do TCU Júlio Marcelo, da Ampcon; Zulmir Breda, presidente do Conselho Federal de Contabilidade; Sisi Blind, prefeita de São Cristóvão do Sul, que representou a Confederação Nacional dos Municípios (CNM); e o procurador-geral de Santa Catarina, Sandro José Neis.
 
Após o encerramento da conferência, os participantes assistiram a apresentaram do Ballet Bolshoi de Santa Catarina.

 

COMENTÁRIOS